PATROCINADORES

Criptomoedas devem entrar no IR

Os contribuintes não isentos de Imposto de Renda que possuíam ativos em criptomoedas em 2020 devem ficar atentos. Ainda sem publicação, as novas regras para a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021 vão exigir a discriminação. O prazo de entrega do IRPF2021 começa na próxima segunda-feira (1º) e vai até 30 de abril.

Será a primeira vez que o programa preenchedor dedicará espaço para a declaração de criptomoedas e de outros ativos eletrônicos. Na ficha “Bens e direitos”, foi criado o código 81 para bitcoins, 82 para outras moedas digitais (ether, XRP, bitcoin cash, tether, chainlink, litecoin e outras) e 83 para os demais criptoativos (ativos não considerados criptomoedas, mas classificados como security tokens ou utility tokens).

A declaração de 2021 trouxe outras novidades. O endereço de e-mail e o número de celular informados na ficha de identificação poderão ser usados pela Receita para comunicar a existência de mensagens importantes. O conteúdo das mensagens, no entanto, só poderá ser visto na caixa postal do contribuinte no e-CAC. A Receita lembra que não envia e-mails pedindo o fornecimento de informações fiscais, bancárias e cadastrais fora do e-CAC.

(Agência Brasil)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =

Pergunte para a

Mônica.