Document
PATROCINADORES

Costa Neto quer demissão da diretoria do BNB após mensagem de Bolsonaro

O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto (imagem), pediu a demissão de toda a diretoria do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) nesta segunda-feira (27). A atual direção do banco foi indicada pela legenda. “Fui surpreendido na noite de sexta-feira [24] com [uma mensagem de] WhatsApp do presidente da República me questionando se eu tinha conhecimento de um contrato de aproximadamente R$ 600 milhões do Banco do Nordeste com uma ONG”, afirmou Costa Neto no vídeo abaixo. O valor seria anual. O PL é responsável pela indicação de Romildo Rolim à presidência do BNB assim como pelos outros dois diretores Haroldo Maia e Hailton Fortes.

Um ofício foi enviado ao ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, e à ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, com o pedido da demissão do presidente e da diretoria. “Não podemos ter uma ONG contratada num banco da importância do Banco do Nordeste”, disse. Para Costa Neto, o PL não pode manter diretores que se encontram em situações como essa e não tomam providências. De acordo com as informações, o contrato é antigo, desde os tempos dos governos petistas e não se sabe se o súbito interesse de Bolsonaro seria uma retaliação.

Há uma auditoria em andamento na Controladoria Geral da União (CGU) que analisa a política de microcrédito que envolve o Instituto Nordeste Cidadania (Inec), entidade parceira do banco na operacionalização do Crediamigo e Agroamigo.

O vídeo foi publicado pelo Estadão

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.