Document
PATROCINADORES

Coronel da PM-SP é afastado após convocar para ato contra STF

Após convocar “amigos” para a manifestação de 7 de setembro, em Brasília, em favor do presidente Bolsonaro, o coronel da Polícia Militar de São Paulo, Aleksander Lacerda, foi afastado de suas funções por indisciplina. A ordem partiu do governador João Doria. O regulamento da PM proíbe policiais de participarem ou promoverem atos político-partidários. Lacerda convocou colegas para o protesto no qual bolsonaristas prometem atacar o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional. Uma reunião do comando geral da PM foi convocada para as 10h30 desta segunda-feira. Como resultado, o coronel pode sofrer punições. A defesa do policial irá se manifestar. O comandante da PM paulista, coronel Fernando Alencar Medeiros não se pronunciou. Aleksander Lacerda estava no Comando de Policiamento do Interior (CPI 7) da região de Sorocaba (SP), que abrange 78 municípios e conta com 5 mil policiais.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.