Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

CoronaVac foi testada em 9 mil brasileiros sem apresentar problemas

CoronaVac foi testada em 9 mil brasileiros sem apresentar problemas

A farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e o Instituto Butatan concluíram os testes de sua vacina contra a covid-19, a CoronaVac, em 9 mil voluntários brasileiros. Ainda que o anúncio oficial não tenha sido feito, foi vazada a informação de que os voluntários desenvolveram anticorpos para o vírus e que não houve registro de efeitos colaterais significativos. Esta é considerada a etapa mais crítica para o desenvolvimento de uma vacina.

A segunda fase dos testes clínicos vai ampliar o estudo de segurança do inoculante, incluindo mais 4 mil voluntários, entre eles quem já foi infectado e pessoas acima de 60 anos. Testada desde junho no Brasil, a CoronaVac é inativa, formulada com o novo coronavírus morto ou suas frações para induzir uma resposta efetiva do sistema imunológico.

O trabalho só foi possível graças a um convênio entre o governo de São Paulo, o governo chinês e a farmacêutica Sinovac. Se a CoronaVac for aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), uma fábrica será construída no Brasil para produzir os milhões de doses necessárias. A intenção é concluir os estudos até o final do ano, mas ainda não há garantias.

Envie seu comentário

dois + nove =