Document
PATROCINADORES

Com obstrução intestinal, Bolsonaro é transferido sedado para SP

O Palácio do Planalto informou na tarde desta quarta-feira (14) que o presidente Jair Bolsonaro será transferido do Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Ele viajará sedado em uma aeronave preparada da Força Aérea Brasileira (FAB). O presidente foi avaliado pelo cirurgião gástrico Antônio Luiz Macedo, que constatou um quadro de obstrução intestinal. O médico é o mesmo que fez a operação após a facada que Bolsonaro levou no abdome em setembro de 2018, durante a campanha. Desde o atentado ele passou por seis procedimentos e um sétimo estava previsto para a colocação de uma tela em uma das paredes laterais do abdome. O ferimento provocou uma grande hérnia. O mandatário passará por mais exames para verificar se uma cirurgia de emergência será necessária.

Pouco antes, foi postada a imagem abaixo em sua conta oficial. “Estaremos de volta em breve, se Deus quiser”, foi publicado em sua conta no Twitter. Pouco antes, ele tratou de manter a temperatura política elevada, culpando a esquerda: “Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia”. Se o presidente entrar em licença médica, o vice, Hamilton Mourão, assumirá interinamente a presidência.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.