Document
PATROCINADORES

CNJ abre investigação preliminar contra desembargadores e Moro

O corregedor nacional de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, decidiu nesta terça-feira (10) abrir os dez pedidos preliminares de investigação que chegaram ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Rogério Favreto e João Pedro Gebran Neto, ambos do TRF-4, e o juiz federal Sérgio Moro. As reclamações disciplinares foram protocoladas após as decisões conflitantes sobre a concessão de liberdade ao ex-presidente Lula.

Por que é importante

Da análise dos processos, pode ser aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os magistrados, que, por sua vez, pode culminar em punição, desde advertência até aposentadoria compulsória

Quem ganha

A politização do caso

Quem perde

O Judiciário, com a credibilidade sendo discutida em público

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.