Document
PATROCINADORES

Ciro Gomes: “Vamos tocar fogo na rua”

Terceiro colocado na eleição presidencial de 2018, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes não abandou o discurso de campanha. Em entrevista à BBC News Brasil, atirou para todos os lados.

“O Haddad é uma fraude cuja origem eu denunciei ancestralmente, porque foi transformado num vice, convidou a Manuela para ser um terceiro não sei de quê de uma candidatura do Lula. Toda burocracia do PT sabia, como todas as pedras no caminho sabiam, menos o nosso povo mais simples, que o Lula não podia ser candidato por uma lei que ele próprio colocou em vigor, a lei da ficha limpa.”

Depois de mirar o PT, partiu para o ataque à família Bolsonaro. Perguntado sobre o tuíte de Carlos Bolsonaro, o filho do presidente que escreveu que “por vias democráticas a transformação que o Brasil precisa não virá”, Ciro foi ainda mais duro.  

“Esse menininho [Carlos Bolsonaro] é um percevejo, é irrelevante. Agora, se é isso que pensa o Bolsonaro, a gente precisa dizer com clareza para ele que a imoralidade do PT nos divide, a agenda de costumes tosca nos divide, mas na defesa da democracia nós vamos tocar fogo na rua, fique seu Bolsonaro sabendo. Ele que não avance na direção disso, porque a minha geração sabe o que custou retomar a democracia e ele se elegeu por conta de democracia.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.