PATROCINADORES

Candidatos não abrem mão de suas candidaturas por Alckmin

A carta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pedindo a união dos candidatos de centro em torno da candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) não surtiu o efeito desejado. Os concorrentes na disputa eleitoral não querem abrir mão de suas candidaturas. Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) não cogitam a possibilidade de apoiar Alckmin no primeiro turno da eleição pela Presidência da República. Assim como Alckmin, todos esses candidatos ficam atrás de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) nas pesquisas de intenção de voto.

Por que é importante

Como estratégia eleitoral, o objetivo de FHC, ao divulgar a carta, é que todos os candidatos de centro se unam em torno de Alckmin, para evitar radicalismos vistos em Bolsonaro e Haddad

Quem ganha

Bolsonaro e Haddad, que se aproveitam da fragmentação de candidaturas mais moderadas

Quem perde

A qualidade do debate político, o país, e candidatos de centro, que pontuam pouco nas pesquisas e devem ficar de fora do segundo turno

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

Pergunte para a

Mônica.