PATROCINADORES

Candidato ao Senado, tucano Beto Richa é preso

Ex-governador e atual candidato ao Senado pelo PSDB do Paraná, Beto Richa foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado na manhã desta terça-feira (11). Foi expedido um mandado de prisão contra Richa por supostas irregularidades envolvendo o programa Patrulha Rural. Fernanda e Pepe Richa, esposa e irmão de Beto, e Deonilson Rodo, seu ex-chefe de gabinete, também foram presos. O tucano ainda é alvo da 53ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta manhã e batizada de “Piloto”, que cumpre 36 mandados judiciais em Curitiba (PR), São Paulo (SP), Salvador (BA), Lupianópolis (PR) e Colombo (PR). Na Lava Jato, o ex-governador é alvo de mandado de busca e apreensão.

Por que é importante

A prisão de Beto Richa é mais um duro golpe na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência. O tucano tem sofrido para decolar nas pesquisas

Quem ganha

A justiça brasileira. Mesmo em época de eleições, ela continua ativa e causando estragos na política

Quem perde

O PSDB, que vê um nome graúdo do partido ir para a cadeia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

4 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um − 1 =

Pergunte para a

Mônica.