Document
PATROCINADORES

Briga quente pelo STF? Aras abre apuração contra Mendonça

O procurador-geral da República, Augusto Aras, informou ao STF ter instaurado um procedimento preliminar para apurar a conduta do advogado-geral da União, André Mendonça. Aras apontou como motivo o fato de Mendonça, quando era ministro da Justiça, ter usado a Lei de Segurança Nacional para investigar opositores e críticos do presidente Jair Bolsonaro. O procedimento prévio foi movido pelo PGR com base na ação apresentada pela deputada federal Natália Bonavides (PT-RN). A parlamentar pediu para ser avaliado se houve um eventual abuso de autoridade por parte do ex-ministro. Aras agora vai analisar se há elementos suficientes para abrir um inquérito e tornar Mendonça formalmente investigado. Curiosamente, os dois disputam a preferência do presidente Jair Bolsonaro na disputa pela próxima indicação à Corte, na vaga do ministro Marco Aurélio Mello. O PGR tem se destacado por travar o andamento de apuração contra o governo e por se posicionar favoravelmente a Bolsonaro em muitos casos. Já o AGU espera ter vantagem por ser evangélico e mostrar lealdade ao presidente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.