PATROCINADORES

Brasileiros repatriados vão cumprir quarentena em base aérea

O governo definiu na terça-feira (4) que os brasileiros que serão resgatados em Wuhan, na China, ficarão em quarentena por 18 dias na Base Aérea de Anápolis (GO). A unidade militar, que pertence à FAB, possui dois hotéis, que serão utilizados durante o período de observação. A operação para retirá-los do epicentro do surto do coronavírus começará nesta quarta-feira (5), com a partida das equipes para o país asiático, e terminará no próximo sábado (8). Duas aeronaves reservas da Presidência da República serão usadas. Os voos farão quatro paradas técnicas de reabastecimento até o destino final: em Fortaleza (CE), Las Palmas (Espanha), Varsóvia (Polônia) e Ürumqi (China). Segundo o Palácio do Planalto, as pessoas a serem resgatadas serão submetidas a exames médicos prévios. Quem apresentar sintomas compatíveis com o coronavírus não poderá viajar. Além disso, deverão assinar um termo de compromisso para se submeterem à quarentena no Brasil. Os procedimentos de saúde serão realizados por uma equipe de seis profissionais de saúde do Instituto de Medicina Aeroespacial da FAB e um médica especializada do Ministério da Saúde, que estarão nos voos de resgate.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.