Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

“Brasil não vai negociar com Maduro”, diz Bolsonaro

“Brasil não vai negociar com Maduro”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta sexta-feira (3) que o ditador Nicolás Maduro não deixará o poder sem o envolvimento direto dos generais venezuelanos. Bolsonaro afirmou que há “fissuras” na base das Forças Armadas do país vizinho, mas que a saída de Maduro depende que o movimento atinja o topo. “A gente espera que essa fissura que está na base do Exército vá para cima. Não tem outra maneira. Se você não enfraquecer o Exército da Venezuela, o Maduro não cai”, comentou. Bolsonaro descartou enviar um emissário para negociar um acordo com o ditador. “Acho que não tem o que conversar com ele. O que queremos, no meu entender, ele não vai querer”, explicou o presidente.

Por que é importante
A oposição na Venezuela, liderada por Juan Guaidó, lançou uma nova ofensiva nesta semana para tentar derrubar o ditador Nicolás Maduro
Quem ganha
A barbárie. Os protestos contra o ditador foram reprimidos com violência, deixando ao menos cinco pessoas mortas
Quem perde
O povo venezuelano, que espera uma saída definitiva para a crise no país

Envie seu comentário

três × quatro =