Document
PATROCINADORES

Brasil é o país que mais expandiu gastos públicos, apontam dados do FMI

Um levantamento do jornal Folha de S. Paulo, junto ao Fundo Monetário Internacional (FMI), apontou que entre 2008 e 2019, o Brasil elevou os gastos públicos em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) de 29,5% para 41% – sem incluir pagamentos de juros. Foi o maior aumento nos gastos públicos entre crise financeira de 2008 e o período anterior ao início da pandemia.

Foram analisadas as 20 maiores economias do mundos (sem contar China, Índia e Argentina). As informações foram divulgadas neste domingo (11). A evolução dos gastos foi obtida comparando os dados do FMI que consolidam estatísticas orçamentárias.

É claro na análise que o aumento dos gastos foi alimentado com os programas, incluído pelo FMI entre as ações de previdência e assistência, e que esta curva foi reduzida com a adoção do teto de gastos, já que antes não houve uma correspondente expansão econômica.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.