Document
PATROCINADORES

Bolsonaro sobre áudios vazados: “Desonestidade”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chamou a gravação de áudios atribuídos a ele, e que foram divulgados pela revista Época, de “desonestidade”. No áudio, Bolsonaro diz que irá ligar para deputados para conseguir as 27 assinaturas necessárias para retirar o deputado Delegado Waldir (GO) da liderança do PSL na Câmara para substitui-lo pelo filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).


“Eu falei com alguns parlamentares. Me gravaram? Deram uma de jornalista? Eu converso com deputados. Eu não trato publicamente desse assunto. Converso individualmente. Se alguém grampeou o telefone, primeiro, é uma desonestidade”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.