PATROCINADORES

Bolsonaro cutuca Maia, que minimiza as provocações

O presidente Jair Bolsonaro, em entrevista ao vivo pela CNN nesta quinta-feira à noite, fez críticas ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O motivo da contenda é o pacote de ajuda aos estados aprovado pelos deputados, cuja conta, afirma o presidente “vai quebrar o país”. Bolsonaro ainda disse que Maia fala em dialogar, mas “esse tipo de diálogo que você quer não vai ter com o governo”. Ou seja, insinuou que o presidente da Câmara quer algum tipo de vantagem indevida do Executivo. “Parece que Rodrigo Maia está enfiando uma faca no país”, disse o presidente, que ainda cogitou a possibilidade de o deputado querer derrubá-lo do poder. Enquanto Bolsonaro fazia seus ataques pela televisão, Maia conduzia uma sessão virtual da Câmara com os deputados.

A rede CNN, em seguida, entrevistou o presidente da Câmara, que tratou de botar panos quentes à barafunda. Ele disse que está discutindo temas importantes para resolver a crise com toda a equipe técnica do governo. “É disso que que eu quero falar aqui”, afirmou. “Por isso, defendemos recursos aos estados e aos municípios que estão na UTI”. Maia minimizou o desabafo de Bolsonaro. “Não vou entrar nesse debate e não vou responder”, declarou. “O presidente joga pedras, mas o Congresso responde com flores”.

Será que este foi o jeito que Bolsonaro encontrou para que não se falasse mais da saída de Luiz Henrique Mandetta do governo?

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 11 =

Pergunte para a

Mônica.