Document
PATROCINADORES

Bolsonaro promete zerar desmatamento ilegal até 2030 e fala em ‘justa remuneração’ ao Brasil

Em sua participação na Cúpula de Líderes sobre o Clima, o presidente Jair Bolsonaro fez nesta quinta-feira (22) um discurso protocolar mirando principalmente uma cooperação internacional. Entre os destaques, Bolsonaro prometeu zerar o desmatamento ilegal até 2030, atingir a neutralidade climática até 2050, fortalecer os órgãos ambientais e duplicar os recursos para fiscalização. Dentro das metas estabelecidas, Bolsonaro apelou para a importância de o Brasil receber recursos para desenvolver as ações de preservação. “Da mesma forma, é preciso haver justa remuneração pelos serviços ambientais prestados por nossos biomas ao planeta, como forma de reconhecer o caráter econômico das atividades de conservação”, afirmou. Veja como foi:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.