Document
PATROCINADORES

Bolsonaro: “Posso ser um presidente sem partido”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar que pode deixar o PSL nos próximos dias. Em viagem oficial na Ásia, Bolsonaro disse que a decisão deverá ser tomada se o racha na sigla não for resolvido. “Eu posso ser um presidente sem partido. Tanto faz eu estar com partido ou sem partido”, afirmou. No início da semana, ele já havia feito exigências para seguir na legenda, como o pedido por mais transparência na administração do fundo partidário.

Bolsonaro também alfinetou o presidente nacional do PSL, o deputado Luciano Bivar (PE), ao comentar sobre a expectativa para as eleições municipais do ano que vem. “Pretendo ter 30 a 40 candidatos pelo Brasil, mas tenho que ter decisão sobre o partido. Não posso entrar e, quando chegar na convenção, eles me deixarem para trás porque têm maioria. Eles sabem que quem quer ser candidato a prefeito no ano que vem é melhor tirar uma foto comigo e não com outra pessoa”, comentou fazendo referência a Bivar.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.