PATROCINADORES

Bolsonaro pede reforço à PF na investigação do caso Adélio

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) quer que a Polícia Federal reforce as investigações sobre o atentado contra ele na campanha eleitoral do ano passada. Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, o assunto foi tratado em um almoço com o ministro da Justiça, Sergio Moro, e o diretor da PF, Maurício Valeixo.

“O senhor presidente entende que a PF tem total capacidade de, aprofundando as investigações, deliberar o mais rápido possível sobre conclusões efetivas sobre o caso”, disse o porta-voz.

Adélio Bispo, autor da facada, segue preso. Ele foi considerado inimputável, por problemas mentais, pela Justiça Federal em Minas Gerais. Além disso, a Polícia Federal já apresentou dois relatórios indicando que Adélio teria agido sozinho.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − dois =

Pergunte para a

Mônica.