Document
PATROCINADORES

Bolsonaro garante Vélez: “Jamais iria exonerar alguém por telefone”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) comentou nesta quinta-feira (28) os rumores de que o ministro da Educação, Ricardo Vélez, seria demitido. A informação circulou na noite de quarta-feira (27), mas foi desmentida por Bolsonaro. “Não procede a informação de ontem, que ele teria sido exonerado. Jamais iria exonerar alguém por telefone. Já estávamos conversando com outros ministros. É Educação, né? Tem que dar certo no Brasil, é um dos ministérios mais importantes”, declarou. O presidente garantiu a permanência de Vélez no cargo. “Eu não vou ameaçar nenhum ministro aqui publicamente. Vamos conversar e, se tiver qualquer coisa que não esteja dentro da normalidade, a gente acerta”, completou.

Por que é importante

O Ministério da Educação passa por um momento conturbado por conta de uma disputa que envolve a ala ligada ao escritor Olavo de Carvalho, os militares e os técnicos da pasta

Quem ganha

Ricardo Vélez, que ainda conta com respaldo do presidente

Quem perde

Os que defendem sua saída do cargo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.