Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Bolsonaro compartilha vídeos sobre atos contra o Congresso

Bolsonaro compartilha vídeos sobre atos contra o Congresso

O presidente Jair Bolsonaro distribuiu via WhatsApp ao menos dois vídeos divulgando as manifestações pró-governo e contra o Congresso programadas para 15 de março. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, uma das peças mostra a facada que Bolsonaro sofreu na véspera da eleição presidencial para dizer que ele “quase morreu” para proteger o país e agora precisa que as pessoas saiam às ruas para defendê-lo. O presidente encaminhou o material com uma mensagem:

“O Brasil é nosso. Não dos políticos de sempre”.

O fato gerou uma série de críticas, incluindo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“A ser verdade, como parece, que o próprio presidente tuitou convocando uma manifestação contra o Congresso (a democracia) estamos com uma crise institucional de consequências gravíssimas. Calar seria concordar. Melhor gritar enquanto de tem voz, mesmo no Carnaval, com poucos ouvindo”, publicou FHC no Twitter.

Diante da repercussão, Bolsonaro se manifestou sobre o assunto na manhã desta quarta-feira (26), sem negar o compartilhamento dos vídeos.

“Tenho 35 milhões de seguidores em minhas mídias sociais, com notícias não divulgadas por parte da imprensa tradicional. No WhatsApp, algumas dezenas de amigos onde trocamos mensagens de cunho pessoal. Qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”, escreveu na rede social.

Envie seu comentário

7 + 9 =