PATROCINADORES

Bolsonaro amplia ofensiva e Maia cobra ‘disciplina democrática’

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro desrespeitou o isolamento social mais uma vez no domingo (19) e participou de manifestações que defendiam o fechamento do Congresso e intervenção militar, além da reabertura do comércio. Os atos tiveram como um dos principais alvos o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O próprio Bolsonaro ampliou a ofensiva no Twitter (veja abaixo) ao compartilhar uma entrevista em que o ex-deputado Roberto Jefferson, condenado no Mensalão, diz que Maia articula um acordo para aprovar o impeachment do presidente. Também na rede social (veja abaixo), o presidente da Casa evitou responder diretamente Bolsonaro. Ele repudiou os ataques feitos nos protestos e afirmou que o país precisa de união para superar os efeitos da doença. “Para vencer esta guerra contra o coronavírus precisamos de ordem, disciplina democrática e solidariedade com o próximo”, publicou. “Não temos tempo a perder com retóricas golpistas. É urgente continuar ajudando os mais pobres, os que estão doentes esperando tratamento em UTIs e trabalhar para manter os empregos. Não há caminho fora da democracia”, completou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.