PATROCINADORES

Bolsonaro abandona ataques e críticas no Twitter

Segundo levantamento do jornal O Globo, os tuítes do presidente Jair Bolsonaro sofreram uma mudança significativa em seu conteúdo a partir de 18 de junho — data da prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro quando era deputado estadual.

Nos 23 dias anteriores, Bolsonaro fez dez ataques a adversários e doze de críticas à imprensa. A partir de 18 de junho, esse tipo de postagem desapareceu do mapa. Antes, o presidente usou sua conta no Twitter para divulgar realizações do governo em 61 % das ocasiões. Depois, este índice chegou a 81 %.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 3 =