PATROCINADORES

Barroso quer votar processo que pode liberar candidaturas avulsas

O ministro Roberto Barroso, do STF, disse nesta segunda-feira (9) que pretende liberar no primeiro semestre de 2020, para votação no plenário da Corte, o processo que pode resultar na autorização de candidaturas sem a necessidade de filiação partidária. Barroso é relator do recurso de duas pessoas que tentaram concorrer de forma avulsa a prefeito e vice do Rio de Janeiro em 2016, mas foram barradas pela Justiça Eleitoral por não integrarem um partido político. Como o caso tem repercussão geral, uma decisão do Supremo irá afetar todos os processos semelhantes.

“(O debate é importante para saber) se isso é bom e fortalece a democracia. Ou se isso significa uma reserva de mercado para partidos que, muitas vezes, não têm democracia interna”, disse o ministro.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + dois =

Pergunte para a

Mônica.