Document
PATROCINADORES

Argentina congela preços de produtos de consumo por 90 dias

O governo de Alberto Fernández, da Argentina, negociou com os setores industrial e comercial o congelamento de preços de uma cesta de 1.245 produtos básicos por 90 dias. A intenção é segurar artificialmente a taxa de inflação, que supera 50% ao ano.

O anúncio foi feito na quarta-feira (13) pelo secretário de Comércio Interior, Roberto Feletti, durante uma reunião com empresários que representam as principais indústrias de alimentos e de outros produtos que compõem a cesta básica, segundo a imprensa argentina. O comunicado foi realizado um dia antes da divulgação da inflação de setembro. Projeções do mercado indicam que os preços ao consumidor devem subir 3% em relação ao mês anterior, depois de uma alta de 2,5% em agosto.

No encontro, o secretário de Comércio Interior pediu que as empresas enviem até esta quinta-feira (14) listas de preços de cerca de 900 produtos ao governo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.