Document
PATROCINADORES

“Analista de fraudes das urnas” de Bolsonaro ganha comando de secretaria especial

O coronel da reserva Eduardo Gomes da Silva (imagem) ganhou um novo cargo no governo. Ele atuava como assessor da Casa Civil e foi nomeado como secretário especial de Modernização do Estado, vinculado à Secretaria-Geral. Sua nomeação foi publicada , nesta terça-feira (17), no Diário Oficial da União.

Gomes participou da live do presidente Jair Bolsonaro que prometia apresentar provas de irregularidades nas urnas eletrônicas – não tinha provas. Durante a transmissão, o coronel quis mostrar como “fraudar” a urna eletrônica durante o processo de votação. Ele foi apresentado por Bolsonaro como “Eduardo, analista de inteligência”. Depois, foi informado que ele trabalhava na Casa Civil. Na última semana, Gomes da Silva prestou depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no inquérito que investiga Bolsonaro por ataques ao sistema eleitoral. Ele afirmou não ter provas das fraudes.

Gomes da Silva entrou no governo em março de 2020, como secretário especial adjunto da Secretaria de Relações Institucionais, vinculada à Secretaria de Governo.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.