Document
PATROCINADORES

Ampliar CPI para incluir prefeitos e governadores esbarra no regimento do Senado

Deve fracassar a tentativa da base aliada do governo – influenciada por uma pressão do presidente Jair Bolsonaro – de ampliar o escopo da CPI da Pandemia no Senado. Um relatório da Secretaria-Geral da Mesa, entregue ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), esclareceu que o regimento interno, no artigo 146, impede que os senadores investiguem a conduta de governadores e prefeitos. A competência natural é das assembleias legislativas e câmaras de vereadores. O envio dos recursos federais a estados e municípios pode até avaliado, mas uma apuração sobre se houve desvios tende a ser limitada. Pacheco ainda não se manifestou sobre como será feita a instalação da comissão. Se seguir a orientação da área jurídica do Senado, os trabalhos devem ficar concentrados nas ações e supostas omissões da administração federal no enfrentamento à crise sanitária.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.