Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Aliados de Maia e governistas costuram acordo para a nova CPMF

Aliados de Maia e governistas costuram acordo para a nova CPMF

Aliados do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articulam com parlamentares governistas a construção de um acordo que poderia colocar na pauta do Congresso a votação da nova CPMF, imposto que o governo federal pretende criar sobre movimentações financeiras. A informação foi publicada no jornal Valor desta sexta-feira (25). A moeda de troca para a tramitação do novo imposto seria o Palácio do Planalto parar de oferecer resistência à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 45.

Pelo acordo que está sendo costurado, Maia manteria sua posição contrária à nova CPMF – o presidente da Câmara acredita que o imposto será prejudicial à economia do país –, mas reabriria a fase de apresentação de emendas à PEC 45, para que a proposta do novo imposto seja incluída no projeto. Caberia, então, ao governo o trabalho de convencimento dos parlamentares de que o imposto é uma boa solução para a geração de receitas que seriam revertidas à retirada de encargos da folha salarial das empresas.

A PEC-45, defendida por Maia como modelo ideal de reforma tributária, prevê a substituição de uma série de impostos, tanto do âmbito federal quanto estadual e municipal, por apenas um tributo. Unificaria IPI, PIS, Cofins, ICMS e ISS no único Imposto Sobre Serviços (IBS). O projeto é de autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e tem como relator o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

Envie seu comentário

cinco × 1 =