Document
PATROCINADORES

Alcolumbre pede e Barroso decide suspender eleições em Macapá

Os problemas de fornecimento de energia no Amapá levaram o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a suspender as eleições para prefeito e vereador em Macapá. A votação nas outras cidades do estado está mantida.

A decisão de Barroso foi tomada depois de uma conversa com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). O irmão do parlamentar está na disputa pelo comando do município. O adiamento do pleito também foi solicitado pela Justiça Eleitoral do Amapá, que citou a possibilidade de atos de vandalismo.

“Fatos extraordinários e imprevisíveis tornaram inviável a realização de eleições em Macapá, já que ainda não foi restabelecido o regular fornecimento de eletricidade no município e o efetivo da Polícia Militar não se mostra suficiente para garantir a segurança dos eleitores”, destacou o presidente do TSE. “Nesse contexto, não é legítimo exigir que a população de Macapá seja submetida ao sacrifício extremo de ser obrigada a comparecer às urnas em situação de calamidade pública, reconhecida por decreto municipal, e, ainda, de risco à segurança”, acrescentou.

A suspensão, segundo Barroso, deve permanecer “até que se restabeleçam as condições materiais e técnicas para a realização do pleito, com segurança da população”. Uma nova data será decidida posteriormente.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.