Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

AGU cobra R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia

AGU cobra R$ 893 milhões de desmatadores da Amazônia

A Força-Tarefa em Defesa da Amazônia da Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com 27 ações civis públicas na Justiça para cobrar R$ 893 milhões de desmatadores, como forma de reparação aos danos causados em cerca de 35 mil hectares de floresta amazônica, divulgou o órgão nesta sexta-feira (25). Os processos, ajuizados em 15 de setembro, pedem a indisponibilidade de bens e valores de 23 réus e 41 responsáveis solidários. No total, as ações envolvem áreas em 13 municípios nos estados de Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia e Roraima.

De acordo com a AGU, esse é o terceiro lote de ajuizamento de ações desde que a força-tarefa foi criada, em setembro de 2019. Nos outros dois lotes, foram ajuizadas 45 ações totalizando R$ 1,3 bilhão. Com isso, a AGU já requereu a reparação ambiental de 95 mil hectares, no valor de quase R$ R$ 2,2 bilhões. No balanço do órgão, até o momento já foram garantidos na Justiça o deferimento de pedidos de bloqueio equivalentes a R$ 571 milhões. Todas as ações ainda podem ser contestadas juridicamente.

Envie seu comentário

1 + 19 =