PATROCINADORES

Agora pré-candidato, Lula abusa da retórica e cria o “Dia do Aceito”

O ex-presidente Lula, condenado em segunda instância por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, disse que a quinta-feira (25) é o “Dia do Aceito” ao aceitar a indicação de pré-candidato presidencial do PT. “Dom Pedro criou o Dia do Fico. Eu estou criando o Dia do Aceito”, disse Lula na sede nacional da CUT. Lula atacou os desembargadores que confirmaram sua condenação. Disse que eles foram um cartel e que não vê motivos para respeitar a decisão judicial.

Por que é importante

Lula disse que vai recorrer da sentença e prometeu “batalhar até o final”, mas ressaltou que a candidatura do partido não pode depender apenas dele. “Espero que essa candidatura não dependa do Lula”, disse. “Essa candidatura só tem sentido se vocês forem capazes de fazê-la mesmo que aconteça uma coisa indesejável”, disse, se referindo à possibilidade de ser preso

Quem ganha

Jaques Wagner e Fernando Haddad. O ex-governador da Bahia e o ex-prefeito de São Paulo aos poucos ganham força para ocupar a vaga que deve ser deixada por Lula na disputa à presidência

Quem perde

A Justiça brasileira. Atacar os desembargadores é uma forma antidemocrática de defesa e que fere as instituições brasileiras

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − treze =

Pergunte para a

Mônica.