PATROCINADORES

Acordo com governadores garante R$ 14,5 bi para a saúde

O presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL) (centro da imagem), anunciou nesta terça-feira (2) um acordo com governadores para destinar R$ 14,5 bilhões do Orçamento da União de 2021 para a área da saúde. Deste total, R$ 12 bilhões virão de emendas parlamentares e R$ 2,5 bi do fundo emergencial de combate à pandemia.

De acordo com Lira, será criado um grupo com um governador de cada região, representantes do Congresso e do Ministério da Saúde para acompanhar a importação de insumos e a fabricação das vacinas no país. Ou seja, a pressão política fez o Ministério da Saúde (e consequentemente o presidente Bolsonaro) perder força no enfrentamento da crise, já que a pasta é vista com desconfiança e considerada incompetente.

O coordenador do fórum dos governadores, Wellington Dias (PI-PT), ressaltou que há uma promessa do governo federal de vacinar 50 milhões de pessoas até maio – quase 25% dos brasileiros. “Temos essa perspectiva de sair dessa situação de superlotação dos hospitais e desse número elevado de óbitos. E a boa notícia que foi superado o problema que impedia contratos com a Pfizer e a Janssen [Johnson & Johnson]. Foi colocado um aceno de baixar a temperatura, e isso é uma tarefa que depende de todos nós. Temos que estar focados no nosso inimigo comum que é o coronavírus”, afirmou Dias.

Já o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), destacou que é necessário consolidar um cronograma nacional para as vacinas e um orçamento direcionado para assegurar abertura e manutenção de leitos hospitalares.

“[Há] necessidade de um cronograma mais avançado para as vacinas, orçamento para leitos. O presidente [da Câmara, Arthur Lira] se comprometeu a votar rapidamente os temas relacionados à covid, em relação às medidas provisórias dando prioridade para as votações do Congresso Nacional”, argumentou Casagrande.

(Agência Brasil)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + dezesseis =

Pergunte para a

Mônica.