Document
PATROCINADORES

Abstenções batem recorde no país

Realizada em meio à pandemia do novo coronavírus, a eleição municipal de 2020 teve um recorde de abstenções. Com 99,89% das urnas apuradas, o país registrou 23,14% de eleitores ausentes no primeiro turno. Na disputa de 2016, a abstenção foi de 17,6%. Já em 2012, a taxa foi de 16,9%. Apesar da alta, o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que o brasileiro “compareceu de maneira significativa às urnas, dando legitimidade continuada à democracia.”

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.