PATROCINADORES

A doença da burocracia atrasa a vacina da febre amarela

Que a burocracia brasileira é um câncer que atrapalha os negócios e torna o Estado ineficiente, o país está cansado de saber. Mas ela causa ainda mais espanto quando coloca em risco a vida do cidadão. O laboratório francês Sanofi está criando uma força-tarefa para importar vacinas contra a febre amarela. A empresa solicitou aprovação em caráter excepcional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a importação de um novo lote da vacina. A liberação poderia ter sido concedida em dezembro, mas a burocracia atrasou o início das importações. Pergunta incômoda: vidas poderiam ter sido salvas se a burocracia não tivesse atrasado o processo?

Por que é importante

O Brasil vive uma epidemia de febre amarela e a ineficiência do Estado deixa a população desprotegida

Quem ganha

O mosquito Aedes aegypti, o vetor da doença nas áreas urbanas

Quem perde

A saúde pública no Brasil

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + quatro =

Pergunte para a

Mônica.