PATROCINADORES

90% rejeitam aumento a ministros do STF, indica pesquisa

Levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 89,4% dos brasileiros não consideram justo o aumento de salário concedido aos ministros do STF. Apenas 8,1% consideram correto e outros 2,5% disseram não saber ou não quiseram opinar. Para 91,1% dos entrevistados, os senadores deveriam ter esperado que o novo presidente assumisse o cargo para votar o reajuste. Outros 6,2% indicaram que a pauta foi analisada no momento certo. Além disso, a pesquisa aponta que para 89% da população o Brasil não tem condições financeiras de arcar com os custos desse aumento. O levantamento foi feito entre os dias 9 e 11 de novembro e ouviu 2.008 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Por que é importante

A pesquisa mostra o descontentamento da população com o projeto aprovado pelo Senado que elevou o salário dos ministros do STF de R$ 33 mil para R$ 39 mil

Quem ganha

Os membros do Judiciário. O reajuste é automático para a magistratura e integrantes do Ministério Público

Quem perde

Os cofres públicos. O impacto estimado nas contas deve chegar a R$ 4 bilhões

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − dezoito =

Pergunte para a

Mônica.