PATROCINADORES

Petrobras e Vale puxam queda no endividamento das empresas

Reportagem publicada neste domingo (20), pelo Estadão, mostra que a Petrobras e a Vale foram as companhias que mais contribuíram para a diminuição do endividamento das empresas listadas na Bolsa, nos últimos três anos. Os dados são da consultoria Economatica e consideram o período entre setembro de 2015 e setembro de 2018. As duas gigantes do mercado brasileiro viram seu endividamento combinado cair 32,8%, para R$ 334,7 bilhões, ao adotar políticas de corte de gastos e venda de ativos não estratégicos. Considerando todas as companhias com ações na Bovespa, a queda foi de 17,7%, para R$ 885 bilhões. Contudo, o recuo foi de apenas 2,5% para o restante das empresas, desconsiderando os resultados de Petrobras e Vale.

Por que é importante

O levantamento da Economatica abrange 267 companhias, que somaram faturamento líquido de R$ 1,4 trilhão entre janeiro e setembro do ano passado

Quem ganha

A gestão da Petrobras no governo Temer, que conseguiu recuperar a companhia

Quem perde

Segundo a reportagem, a queda nas dívidas ainda deve demorar para se converter em novos investimentos, uma vez que a recessão entre 2014 e 2016 aumentou a capacidade ociosa e as empresas ainda estão cautelosas em relação ao futuro da economia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + 11 =

Pergunte para a

Mônica.