PATROCINADORES

Nova fase da Lava Jato mira fraudes no mercado de petróleo

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (5) a 57ª fase da Operação Lava Jato, batizada de “Sem limites”, que investiga fraudes no setor de trading da Petrobras, responsável pela compra e venda de petróleo e derivados com empresas internacionais. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), US$ 31 milhões foram pagos em propinas a funcionários da estatal, entre 2009 e 2014, em um esquema que teria envolvido gigantes internacionais como Vitol, Trafigura e Glencore. Até o momento, cinco pessoas foram detidas, sendo que 11 mandados de prisão preventiva e 26 de busca e apreensão foram expedidos.

Por que é importante

A relação entre a Petrobras e gigantes do setor de petróleo pode abrir uma frente ampla para novas investigações

Quem ganha

A Lava Jato, que segue viva e sem data para acabar

Quem perde

Todos que realizaram negócios espúrios com a companhia, alvos em potencial de futuras operações

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

Pergunte para a

Mônica.