Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Justiça decide não decretar falência da Avianca Brasil

Justiça decide não decretar falência da Avianca Brasil

Em uma decisão surpreendente, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu nesta terça-feira (10) não decretar a falência da Avianca Brasil. Apesar de o relator do caso na 2ª Câmara de Direito Empresarial do TJ-SP, Ricardo Negrão, ter argumentado que a companhia não conseguiria cumprir seu plano de recuperação judicial, outros três dos cinco desembargadores que analisam o caso votaram contra a resolução. Com a decisão, o plano de recuperação judicial precisa ser cumprido — porém, este depende de a justiça validar o pregão em que Gol e Latam ofereceram US$ 147 milhões pelos ativos leiloados da Avianca Brasil.

Por que é importante
Quarta maior companhia aérea do país antes do processo, a Avianca Brasil tem seus ativos cobiçados por Gol, Latam e Azul, que dominam o mercado nacional
Quem ganha
A Avianca, que evitou a falência neste momento
Quem perde
A Swissport, uma das credoras da Avianca, que pedia a anulação do plano de recuperação judicial

Envie seu comentário

dezesseis − dez =