Document
PATROCINADORES

Justiça decide não decretar falência da Avianca Brasil

Em uma decisão surpreendente, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decidiu nesta terça-feira (10) não decretar a falência da Avianca Brasil. Apesar de o relator do caso na 2ª Câmara de Direito Empresarial do TJ-SP, Ricardo Negrão, ter argumentado que a companhia não conseguiria cumprir seu plano de recuperação judicial, outros três dos cinco desembargadores que analisam o caso votaram contra a resolução. Com a decisão, o plano de recuperação judicial precisa ser cumprido — porém, este depende de a justiça validar o pregão em que Gol e Latam ofereceram US$ 147 milhões pelos ativos leiloados da Avianca Brasil.

Por que é importante

Quarta maior companhia aérea do país antes do processo, a Avianca Brasil tem seus ativos cobiçados por Gol, Latam e Azul, que dominam o mercado nacional

Quem ganha

A Avianca, que evitou a falência neste momento

Quem perde

A Swissport, uma das credoras da Avianca, que pedia a anulação do plano de recuperação judicial

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.