PATROCINADORES

Inovação pode deixar adoçante mais barato no Brasil

Um acordo de cooperação técnica entre a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e a empresa Stevia Soul pode reduzir o preço dos adoçantes produzidos no Brasil. A parceria entre as instituições tem como objetivo aumentar a produção de stévia – planta utilizada para produzir adoçantes naturais – e, ao mesmo tempo, reduzir os custos do processo. “Nosso objetivo é desenvolver tecnologia para fazer a plantação diretamente a partir de sementes, sem precisar das mudas, e levar a produção de stévia também para o cerrado brasileiro, ampliando a capacidade produtiva desta cultura”, afirma Fabio Faleiro, pesquisador da Embrapa. Engenheiro agrônomo da Stevia Soul, Ladislau Coimbra diz que o projeto p ode fazer o Brasil competir em pé igualdade com a China, que detém hoje 90% da produção de stévia no mundo: “Se tivermos preços competitivos, podemos rivalizar com os chineses facilmente, porque nós temos área para cultivar”, diz. “A possibilidade de avanço dentro do Brasil é muito grande”, afirmou.

Por que é importante

A parceria mostra a importância da inovação para aumentar a produtividade no campo

Quem ganha

Os consumidores de adoçante, que terão acesso a um produto mais barato

Quem perde

Os produtores chineses, que lideram o cultivo de stévia no mundo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 14 =

Pergunte para a

Mônica.