Document
PATROCINADORES

Fintech Brex atinge US$ 12,3 bi e se torna um decacórnio

Fundada no Vale do Silício (EUA) pelos brasileiros Pedro Franceschi e Henrique Dubugras (na imagem), a fintech Brex acaba de se tornar uma decacórnio — startup avaliada em mais de US$ 10 bilhões. De acordo com o site TechCrunch, a startup arrecadou US$ 300 milhões em uma nova rodada de investimentos liderada por Greenoaks, com valorização total de US$ 12,3 bilhões. Em abril, a empresa havia sido avaliada em US$ 7,4 bilhões em abril, após levantar US$ 425 milhões da série D, liderada pela Tiger Global Management.

Fundada em 2017, a Brex se destaca no mercado americano por oferecer cartões de crédito corporativos para outras startups e empresas inovadoras como Airbnb e Class Pass. Desde a sua criação, o modelo de negócios se expandiu para atender às pequenas empresas tradicionais.

Segundo o TechCrunch, a Brex deve dobrar sua receita até 2021. Vale lembrar que este projeto não é o primeiro da dupla. Antes de se mudar para os Estados Unidos, Franceschi e Dubugras criaram o método de pagamento fintech Pagar.me e o venderam para a Stone em 2016.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.