Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Exame: com chef Jacquin, startup quer levar alimentação de grife para a bicharada

Por trás de uma receita de 50 bilhões de reais em 2021, o mercado pet se ancora em uma tendência crescente entre os tutores do país: a humanização dos animais de estimação. Considerados membros da família, os pets, como nunca antes, conquistam maiores espaços no orçamento familiar de incontáveis lares brasileiros. De olho nesse cenário, a startup paulista Mon Petit Chéri pega carona na disposição de tutores em mimar os bichinhos com paladares mais “finos”.

A empresa, fundada em 2020 pelo empreendedor Hugo Leça, vende rações naturais para animais domésticos. Para expandir o conceito de “gastronomia para pets”, a startup vende, além das rações, uma linha de molhos especiais e naturais que acompanham as refeições de cães e gatos, os chamados Tomperos. O nome curioso se dá pela parceria com o chef francês Érick Jacquin, um dos jurados do programa MasterChef, da TV Bandeirantes. Jacquin assina as receitas e também estampa os rótulos das embalagens.

No cardápio de tomperos da Mon Petit Chéri estão molhos de sabores refinados, como salmão à carbonara e champignon. “Nos últimos cinco anos, a mudança é visível. Pessoas estão mais preocupadas com seus animais, e o mercado aquecido é reflexo disso”, diz Leça, CEO da empresa. “O nosso grande diferencial, nesse sentido, é trazer paladar e sabor, traduzindo esse carinho dos tutores em um produto de qualidade”.

A preocupação com a saúde e bem-estar dos companheiros do homem também ajudou nas receitas da startup. Mesmo em meio ao fechamento de lojas físicas durante a pandemia — hoje, a principal fonte de receita da Mon Petit Chéri está na disposição de produtos em grandes redes varejistas do setor —, a empresa cresceu em seu primeiro ano de mercado.

O otimismo de Leça também se justifica pela aposta de investidores. A startup tem entre seu quadro de sócios o empreendedor José Carlos Semenzato, da holding de franquias SMZTO. Semenzato se interessou pela empresa após a participação do fundador no programa Shark Tank, no qual é jurado.

Em boa medida, o crescimento da Mon Petit Chéri também se apoia no sucesso do mercado de alimentação como um todo. As rações compõem hoje boa parte das receitas no mercado pet global. No Brasil, por exemplo, a venda de produtos alimentícios representa mais da metade de todo o resultado financeiro da indústria animal, segundo o Instituto Pet Brasil, entidade que representa as empresas do setor.

Com as rações super premium naturais com verduras e legumes e os tomperos chiques, a Mon Petit Chéri pretende triplicar o faturamento em 2022, para 12 milhões de reais. “Esse é um setor que só cresce. Vamos aproveitar esse momento para virar um dos principais competidores do mercado”, diz.

__________________________________________________________

Por Maria Clara Dias

Publicado originalmente em: https://cutt.ly/kI1sjVB

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.