Document
PATROCINADORES

Exame: banco brasileiro que une real e criptomoedas recebe aporte de R$ 25 milhões

Zro Bank anuncia levantamento de fundo milionário para apoiar o crescimento da fintech e o desenvolvimento de novos produtos


Aproximadamente um ano após seu lançamento oficial, o Zro Bank, o primeiro banco digital do Brasil a disponibilizar contas em real e bitcoin, anunciou o levantamento de um fundo de 25 milhões de reais como parte de sua primeira rodada de investimentos, que deve se tornar ainda maior nos próximos dias com a entrada de outros investidores.

Assessorado pela Deloitte, o aporte que acontece por meio do fundo gerido pela Multinvest Capital, gestora com mais de 1 bilhão de reais em patrimônio sob gestão, faz parte da primeira rodada de investimentos do grupo que detém o Zro Bank e a corretora de criptomoedas Bitblue.

De acordo com Edísio Pereira Neto, CEO do Zro Bank, os recursos captados nessa rodada de investimentos serão utilizados para impulsionar o crescimento da equipe, realizar novas ações de marketing e desenvolver novos produtos, como o aumento do portfólio de moedas disponíveis na plataforma, a criação de contas internacionais, oferecimento de crédito aos clientes e outras possibilidades.

“Neste primeiro ano de operação, pudemos ouvir nossos clientes e avaliar o modelo de negócio que construímos para levar novos produtos e serviços financeiros a um público interessado no mercado de ativos digitais. O balanço até aqui é bastante positivo e estamos muito felizes. Ainda há muito potencial para crescer. Em relação ao mercado de criptomoedas, apesar de sua volatilidade, ele já é percebido cada vez mais pelas pessoas e empresas como uma reserva de valor relevante para suas estratégias de investimentos. Nossa meta agora é focar na escalabilidade do nosso produto, contribuindo para a educação financeira dos brasileiros”, disse Edísio.

Em seu primeiro ano no mercado, o aplicativo do Zro Bank superou a marca de 350 mil downloads e foram transacionados mais de 2 bilhões de reais no processo de conversão de moedas dentro da plataforma. Após a rodada de investimentos, o planejamento da fintech é de alcançar a marca de um milhão de downloads até o final de 2022 e dobrar o número de colaboradores em sua estrutura.

A entrada da Multinvest Capital marca a inauguração do primeiro fluxo externo de capital da fintech, que aguarda ainda o complemento da rodada com uma das maiores instituições financeiras do país.

Entre os novos sócios que compõem o fundo criado pela gestora, está o renomado empreendedor e presidente do conselho de administração do Porto Digital do Recife, Silvio Meira, que destacou o potencial de crescimento do Zro Bank nos próximos anos.

“O Zro Bank é uma das mais interessantes fintechs do Brasil, com imenso potencial no mercado global e com lideranças únicas no espaço de criação de novos negócios inovadores de crescimento empreendedor, feitos de Recife para o mundo.”

_______________________________________________________________________________

Por Lucas Josa

Publicado anteriormente em: https://cutt.ly/7RQuJlI

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.