Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Estatais fecharam 2018 com forte avanço na Bolsa

Estatais fecharam 2018 com forte avanço na Bolsa

O ano de 2018 foi positivo para o Ibovespa, que subiu 15% em meio à retomada da atividade econômica e a melhora do ambiente de negócios no Brasil. Parte significativa da alta se deve às empresas estatais listadas na Bolsa, como destaca o Valor na edição desta quarta-feira (2). Juntas, Petrobras, Eletrobras, Banco do Brasil, Cemig, Sabesp e Copel viram seu valor de mercado subir de R$ 373 bilhões, no fim de 2017, para 533,7 bilhões ao término de 2018 – aumento de 43,1%, inferior apenas ao avanço de 94% em 2016, ano do impeachment de Dilma Rousseff. O resultado é reflexo da melhora na gestão das companhias, que passaram a ser geridas com mais eficiência e aumentaram a busca por lucros e resultados financeiros mais sólidos e, principalmente, da expectativa quanto ao governo Bolsonaro, que promete privatizar e melhorar a governança das estatais.

Por que é importante
Com as mudanças propostas pelo novo governo, que deve vender alguns ativos das principais estatais, os papeis das companhias tendem a valorizar ainda mais
Quem ganha
O governo Temer, que conseguiu melhorar a governança das companhias, além dos acionistas das estatais, que viram seus investimentos valorizarem
Quem perde
Empresa do governo de SP, a Sabesp foi a única estatal que viu suas ações caírem na Bolsa (-5,94%)

Envie seu comentário