Document
PATROCINADORES

Embrapa é a empresa do agro mais conectada com startups

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) ficou em primeiro lugar entre as mais de cem corporações do setor agropecuário que mais se relacionam com startups, segundo a classificação Top Open Corps deste ano. A empresa pública de pesquisa agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ficou à frente de Cargill, Mosaic, Corteva Agriscience e SLC Agrícola — e juntas foram responsáveis por 36% dos relacionamentos com agtechs. O anúncio e a premiação das Top 5 na categoria Agronegócio foi feito pela 100 Open Startups.

Dados da organização indicam que os negócios transacionados entre corporações e startups resultaram este ano em cerca de R$ 69 milhões, volume 135% maior que os R$ 12 milhões em 2020. No período, foram 277 relacionamentos de negócio com 134 startups, sendo a maior parte com agtechs (44%), seguidas das indtechs (22%) e productivitytechs (15%). A categoria de contrato mais comum foi a contratação de serviços ou produtos das startups, seguido pelo fornecimento de acesso à base de clientes e canais de vendas.

Celso Moretti, presidente da Embrapa, falou da importância de a empresa ser referência em inovação aberta. “Sempre estivemos abertos a trabalhar com as startups”, disse, citando a atuação da instituição no segmento, iniciada em 2010 por meio de parcerias diretas.

As agtechs no Brasil

O Radar Agtech Brasil 2020/2021, elaborado pela Embrapa, em parceria com SP Ventures e Homo Ludens Research and Consulting, identifica investidores e detalha as startups por segmento de atuação, categoria e por distribuição geográfica. As informações sobre localização, site e contato das empresas também estão organizadas. O novo levantamento aponta que o estado de São Paulo continua liderando com 48% das agtechs. A capital paulista, classificada como o 18º ecossistema de startups do mundo, segundo estudo de 2020 da StartupBlink, contribui com 22% do total das agtechs mapeadas.

Fonte: Embrapa

O que são e o que fazem

O termo agtech surgiu nos Estados Unidos para denominar empresas que promovem inovações no setor do agronegócio, atuando com:

  • Alternativas energéticas
  • Aproveitamento de resíduos
  • Biotecnologia
  • Controle ambiental;
  • Monitoramento
  • Software e AI
  • Monitoramento.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.