PATROCINADORES

Embraer vai à OMC contra concorrentes

A Embraer vê turbulências no horizonte. Isso porque as rivais, como a canadense Bombardier, estão recebendo subsídios pesados de seus governos, o que reduz a vantagem competitiva da empresa brasileira. Diante da ameaça, a Embraer resolveu se mexer. “Estamos preocupados com o apoio ilegal dos governos às nossas principais concorrentes”, diz o presidente Paulo César de Souza e Silva. “Lutaremos até o fim na Organização Mundial do Comércio.”

Por que é importante

A Embraer responde por 58% das vendas de jatos de médio porte no planeta

Quem ganha

A indústria nacional, que tem uma gigante global lutando por ela

Quem perde

A Bombardier, que poderá ser pressionada pela OMC

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 3 =

Pergunte para a

Mônica.