Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

1 comentário

Acordo entre Embraer e Boeing volta a ser suspenso pela Justiça

Acordo entre Embraer e Boeing volta a ser suspenso pela Justiça

O juiz Victorio Giuzio Neto, da 24ª Vara Cível Federal de São Paulo, voltou a suspender nesta quinta-feira (20) o acordo entre Embraer e Boeing, que prevê a criação de uma nova companhia aérea no setor de aviação comercial. O magistrado tomou a decisão com base em pedido feito por sindicatos de metalúrgicos. Neto já havia suspendido o acordo no início do mês, após ação movida por deputados federais do PT, mas sua liminar acabou sendo revogada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). A suspensão ocorre três dias após a Embraer anunciar que aprovou os termos do acordo com a Boeing.

Por que é importante
O acordo prevê a criação de uma nova companhia aérea no setor de aviação comercial, com a Boeing controlando 80% da empresa e a Embraer ficando com 20%. A companhia americana vai pagar US$ 4,2 bilhões para ficar essa fatia da joint venture
Quem ganha
Os sindicatos, que conseguem suspender o acordo provisoriamente
Quem perde
Embraer e Boeing, que negociam a parceria há meses

Comentários

Envie seu comentário

18 − 13 =