PATROCINADORES

Quem se recusar a tomar vacina pode ser demitido? Especialista responde

Em entrevista a MONEY REPORT, a advogada Valéria Souza, head da área trabalhista do escritório Castro Barros, aborda questões relacionadas à pandemia que afetam o ambiente profissional. A especialista responde sobre como ficam os contratos durante o período de home office provisório, como preparar o retorno ao presencial e as situações que podem ser consideradas acidente de trabalho. Valéria também explica se uma empresa pode desligar o colaborador que não tomar a vacina e se um candidato pode ser barrado de um processo de contratação caso tenha rejeitado o imunizante sem apresentar uma justificativa plausível.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 7 =

Pergunte para a

Mônica.