Document
PATROCINADORES

TSE reforça a segurança após ataques de hacker ao STJ

Depois da invasão dos sistemas de informática do Superior Tribunal de Justiça e do Ministério da Saúde, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu reforçar sua segurança digital. Como as eleições municipais serão realizadas daqui a nove dias, a instituição resolveu elevar os protocolos de segurança, além de checar as credenciais de quem está autorizado a interagir com o sistema do tribunal. Essas mudanças, no entanto, não atingem as urnas eletrônicas, que funcionam de forma independente e não estão conectadas à internet, sem que os hackers possam acessar seu conteúdo.

Por que é importante

Desde sua implementação, as urnas eletrônicas são alvo de desconfiança em relação ao sigilo de seus dados

Quem ganha

Os quase 150 milhões de eleitores que votarão em um sistema que acaba de sofrer melhorias

Quem perde

Os adeptos das teorias da conspiração, que acreditam na manipulação dos resultados eleitorais

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.