PATROCINADORES

Facebook é investigado por violações à privacidade no Brasil

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou nesta quinta-feira (17) que decidiu instaurar um processo contra o Facebook para apurar possíveis irregularidades na exposição de dados de consumidores brasileiros. Por meio de aplicativos, a companhia teria obtido dados sensíveis, como frequência cardíaca e ciclo menstrual, mensagens e e-mails privados, bem como localização do consumidor e visualização de bens imóveis. A coleta das informações seria extensível até mesmo a pessoas que não seriam usuárias do aplicativo e teria como finalidade segmentar anúncios para consumidores na rede social. O Facebook tem o prazo de 10 dias para apresentar defesa administrativa. A empresa poderá ser condenada a pagar multa de mais de R$ 10 milhões se for condenada.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Pergunte para a

Mônica.