Document
PATROCINADORES

Chips continuarão em falta até o início de 2022

O presidente da Qualcomm para a América Latina, Luiz Tonisi, deu entrevista ao jornal O Globo na qual afirma que a falta de chips vai se estender até o início de 2022. “A escassez de chips é um tema mundial. O que estamos fazendo é aumentar a capacidade produtiva, fazendo mais associações com outras fábricas, como TSMC e Samsung. Elas estão produzindo para nós nossos chipsets (conjuntos de chips). E as próprias fábricas do mundo estão aumentando suas capacidades. Esperamos que a partir de 2022, a situação comece a se estabilizar para voltar à normalidade”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.