PATROCINADORES

China inicia testes para transmissão a partir de usina solar espacial

A China começou os testes para coletar energia solar no espaço a partir de painéis solares que serão colocados na órbita da Terra. O processo, caso dê certo, terá a vantagem de funcionar sem ser afetado pelas variações do clima ou pela noite. De acordo com matéria do site South China Morning Post, a ideia é que até 2049 a capacidade total de energia dos painéis em órbita seja de 1 gigawatt, o equivalente a um dos cinco reatores nucleares da usina de Tianwan, a maior da China.

Em entrevista à estatal China Science Daily, Zhong Yuanchang, professor e especialista em engenharia microeletrônica na Universidade de Chongqing, afirmou que os testes começaram com balões flutuando a 300 metros de altitude transmitindo energia por micro-ondas de alta frequência. A intenção do governo chinês é colocar uma estação de 1 megawatt no espaço até 2030. Os estudos precisam determinar os efeito atmosféricos dessas transmissões e o quando de energia seria perdida na transmissão. Haverá uma graduação, com transmissão a partir de paineis posicionados na atmosfera e na estratosfera.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.